Notícias

700 mil beneficiários do Bolsa Família não receberão o auxílio emergencial

Pedro Guimarães, presidente da caixa, afirmou hoje em reportagem que mais de 700 mil beneficiários do bolsa família não receberão o auxílio emergencial de R$ 600 por não se enquadrarem nas regras colocadas pelos governo.

Segundo o presidente da caixa, essas pessoas que não receberão o auxílio emergencial  possuem emprego de carteira assinada ou estão recebendo algum benefício do governo, a exemplo do BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Segundo Pedro Guimarães, cerca de um milhão de beneficiários realizaram saques do auxílio usando cartão. Até às 14h de hoje, quase 900 mil pessoas sacaram mais de 500 milhões sem cartões.

Calendário de pagamento da segunda parcela após decisão de Bolsonaro

As datas da segunda parcela do pagamento do auxílio emergencial será divulgada após uma reunião do presidente da caixa com o Bolsonaro

Guimarães afirmou que levou uma proposta de datas para Paulo Guedes, ministro da economia, e terá uma reunião com o ministro da cidadania, Onyx Lorenzoni.

Segundo ele, somente após as definições com Onyx será realizada a reunião com o presidente Bolsonaro.

Agências abertas no próximo sábado

Guimarães falou que as filas nas agências acontecem porque os beneficiários do programa bolsa família e os informais sem conta bancária necessitam de atendimento pessoal.

Segundo o presidente do banco, quase 1500  agências devem ser abertas no próximo sábado (9) para que os beneficiados realizem o saque do auxílio emergencial.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, desabilite o adblocker para visualizar vagas